segunda-feira, março 08, 2021

 



NO TEU POEMA

 

No teu poema

É onde eu moro,

Às escondidas.

É lá que sonho

Meus sonhos loucos

Nas noites mal dormidas.

 

No teu poema

Cabe o sol inteiro

há perfume e cor

e o ar que se respira

cheira a prado

e a flores recém colhidas.

 

No teu poema

As palavras chegam

Como um aguaceiro,

e um tumulto me assola

e a emoção transborda

pelo corpo inteiro!

 

No teu poema

Eu moro,

Eu vivo,

Eu choro.


Imagem da net


quarta-feira, fevereiro 10, 2021


 UM POEMA FEITO RIO

 

No reverso de cada verso

Há sempre uma dor escondida

Feita de mágoa e de pranto

Que escorre nas minhas veias

Como seiva anoitecida.

 

Todos juntos, esses versos

Seriam como um poema,

Um poema feito rio

E eu a barca que o sulcava

Da nascente até ao mar.

 

No seu bojo levaria

O azul do céu e as estrelas

E as coisas que eram minhas

E das quais não conseguia

Nem queria me apartar.

 

sexta-feira, janeiro 08, 2021

AMANHÃ


No coração a esperança

De manhã à noite sonhada,

De que tudo vai mudar,

Nesta difícil caminhada.

 

O amanhã vai despontar

Claro e luminoso

E os caminhos, ontem incertos,

Vão abrir-se, largos e floridos

A prometer mudanças

E sonhos encobertos.

 

A mente, liberta,

Ecoa, como um grito

E as palavras soltas

São como um canto renovado

Que o vento transporta nos seus ombros

E vai semear em terreno desbravado.

 

E o sol e a lua suceder-se-ão

Noite e dia,

Sem interrupção

E os abraços prometidos,

E os beijos esquecidos

Dar-se-ão, sem contenção.

 

sábado, novembro 21, 2020




Um olhar trocado

Uma palavra não dita

 um sorriso esboçado

e quase escondido

e eis que no peito

um alvoroço se instala

e o coração dispara

e bate de um jeito

que o sangue enlouquece

e ondula nas veias

como seara batida 

pelos ventos de leste.


E são olhos que riem

sonhos que renascem

mãos que procuram

bocas que prometem.


É o amor  que desponta

cá dentro do peito

e nos abre as portas 

a um mundo perfeito.

segunda-feira, outubro 19, 2020

 

Rebuscando no baú...

O meu amor é como um barco na tormenta,

Tanto busca o absoluto

Na crista da mais alta onda,

como mergulha no negrume

de um mundo feito de silêncio e sombra.

Mas lá no fundo desse mundo,

há peixes coloridos e muitos, muitos limos

e no meio desses limos,

o mar é mais verde e mais fecundo

 e é lá que eu vou ficar

à espera de sonhar...

Sonhar que sou um lindo peixe verde,

com um brilho estonteante no olhar

e no peito uma vontade imensa

de voltar a acreditar!


Imagem da net



quarta-feira, agosto 26, 2020

MARCOS DE PEDRA



As lembranças já não doem,
São como marcos de pedra
Nas esquinas do passado.
Lá dentro, não há mais nada
Só uma vida em pedaços.

Há pedaços de mil cores,
Rutilantes de riso e alegria.
Há outros de negra cor
Que destroçaram meu ser
E me mataram de dor.

Hoje,
Não passam
de uma memória escondida…

Na minha casa vazia,
Cheia de sombras caladas,
De quando em vez abro a porta
Desses marcos esquecidos.
Um rio escorre de lá,
Esse rio da minha vida,
E nessas águas passadas,
Mergulho ao cair da noite
E perco-me a deslizar
Pelos aromas escondidos.

Imagem colhida na  net.

sexta-feira, julho 24, 2020

ROSA ENCARNADA







Ao ver-te caída no chão
Ainda brilhante e viçosa
Imagino o desalento
De quem te largou da mão.

Rosa vermelha, de sangue,
Que simboliza a paixão,
Quem renunciou a ti,
Estava ferido de traição.

Em breve serás pisada
E o cetim das tuas pétalas
Tingirá de rubro as pedras
Que compõem a calçada.

Outras rosas brotarão,
Não fiques desanimada.
As paixões vêm e vão
E rosas serão trocadas.


Imagem da net

Rosas

Rosas
Especialmente para ti, amigo visitante

Arquivo do blogue