domingo, julho 06, 2008

COMO AS ÁGUAS DUM RIO


E a vida desliza,
tão macia e lenta
tão cheia de luz,
tão cheia de graça
como as águas tranquilas
dum rio que caminha em direcção ao mar...
...
Esse mar que o espera
para o abraçar.
...
E o vento que sopra
quando o dia amanhece
vem roubar meus sonhos
e os leva p'ra longe,
percorrendo vales,
subindo montanhas
e então acontece
que eles se dispersam em mil asas brancas
que voam planando
e por fim mergulham
no meio do mar...
...
Esse mar que os espera
para os abraçar...

35 comentários:

Anónimo disse...

"Esse mar que os espera
para os abraçar..."

Com um abraço daqueles...

XXL

enorme e sem tempo

FERNANDA & POEMAS disse...

Olá querida BABY, lindo poema e bela fotografia... Beijinhos de carinho,
Fernandinha

A.J.Faria disse...

Olá, Baby!
Que bom voltar e encontrar um espaço tão cativante e renovado!

O mar serve para esperar, para unir, e outras vezes, infelizmente, para separar...
Fiquei a conhecer-te um pouco melhor, pelo menos a paisagem da tua varanda...(estou a brincar)

Como sempre, foi um gosto passar por aqui!
Um grande beijinho!

C Valente disse...

Mar., mar lindo
Saudações amigas

Dois Rios disse...

Os sonhos nunca morrem, renovam-se.
Beijos,

Vieira Calado disse...

Mar, vento, rio são temas que sempre entram nos nossos poemas. Se não explicitamente, pelo menos na alma.
Beijinhs

Lumife disse...

Grato pela visita ao "Beja". Gostei do poema de hoje e de outros que partilhas connosco.

Bjs

Vênus disse...

Com essa vista agradável e esta música sinto-me um pouquinho aí...quase chegando, dia 25!
O teu blog está mais lindo e original que nunca.

Um beijo!

Sua amiga de uma ilha, do outro lado do oceano.

Gerlane disse...

E fui levada na leveza dos teus versos, dos teus sonhos e, permita-me também, assim como o mar, abrir os meus braços e te deixar um grande abraço!

Benó disse...

Já tinha saudades dessa varanda de onse se assiste ao lindo entardecer da cidade e ao espreguiçar do rio para o mar.
Tenho andado afastada por maleitas técnicas.
Gostei do poema e deixo uma beijoca.

Odele Souza disse...

Baby,

Muito lindo este teu poema.

E fico imaginando como deve ser bom ter uma vista dessas da varanda...

Beijos.

Anónimo disse...

Esperando pelo sol
Esperando pelas ondas
Esperando pelo Levante

Descobri-te
nas dunas repletas de emoções partilhadas

São assim as minhas noites de Lua Cheia

Com a chegada do Verão
só me apetece um Love Baby
ao som da guitarra de Carlos Paredes
ainda por cima nas margens do Mondego

Que saudades!!!

Pardalito do Choupal

acutilante - frank verlag disse...

"Esse mar que o espera...". É minha "convicção", que a maioria das vezes o mar os separa; mas isso não retira a beleza do poema!

Three Love's disse...

lindo,

entregue... e deixe o vento te levar,


b.e.i.j.o.s.

andorinha disse...

Sonhos como asas brancas que voam planando e por fim mergulham no mar.
Uma imagem de poesia conseguida.

Nilson Barcelli disse...

Bonito poema cara amiga.
Gostei imenso. E acompanhado por essa música ainda soa melhor.

Beijinhos.

Ana disse...

Sonhos que o mar abraça, regressam na próxima maré. Renovados e mais fortes.
Belo o teu poema.
Um beijo.

C Valente disse...

Saudações amigas

Carlos Ramos disse...

Essa viagem entre a terra e o mar e as diluídas penumbras de sonhos a pairar...

Pepe Luigi disse...

Precioso poema em que em que o mar, o rio e o vento são notas dominantes de um efeito especial de sentir.

Colibri disse...

O mar... sempre presente... espaço de refúgio... que alberga mil pensamentos em cada gota de água temperada...

Beijos com carinho...
Colibri

ps: Linkei o teu blog... beijocas... :-)

Vb disse...

E como prometido chegou meu livrinho. Nele, muitos textos constituem histórias reais…Outros pura ficção! Alguns não serão nem uma coisa nem outra. Serão puras divagações, meras alucinações!
O último texto e que dá o nome ao livro é uma história real e dramática.
Uma noite o meu sobrinho Pedro Miguel, foi atropelado e morreu. Ia fazer nove anos na semana seguinte. Tinha marcado um golo no dia anterior…
Nesse momento eu senti tocarem-me no ombro e uma voz a dizer-me:
-Tio, Os Meninos Nunca Morrem
A partir desse momento eu soube que tinha de guardar aquele golo e de lhe oferecer este livro…
Este livro é também de todos vós, meus leitores e amigos virtuais.
Espero que gostem. Grato fica o meu:

Muito Obrigado

Vítor Barros

O Profeta disse...

E este Sol impõe a claridade
Pôs no celeste a Lua a bocejar
Perdi a conta das estrelas no céu
Ergui-me em bicos para as contar


Voa comigo sobre as emoções

Boa semana


Mágico beijo

Anónimo disse...

O mar é o elemento mais gregário da Natureza.
Foi assim ontem, é assim hoje, será assim amanhã!

Então e o que dizer dessa praia que os espera para abraçar?

Ainda outro dia, do alto da Boavista, nos demorávamos a contemplar o mar vasto que dali se descortina.
Frente à Meia Praia o mar estava sereno e ao largo, meia dúzia de barcos, com as suas velas graciosas cortavam as ondas.
A Meia Praia estendia-se, semi-selvagem, para Leste e lá ao fundo deixava advinhar a entrada para a Ria de Alvor.
Para Este e rompendo por entre o arvoredo umas dúzias de moradias, segundas e terceira habitações de gente rica, sobretudo rica por poder desfrutar estas paisagens.
Em frente aglomeravam-se as casitas dos pescadores.
Dir-se-ia que nesta época do ano o tempo, ali, parara.
Foi bom saborear tudo isto à sombra tranquila das árvores naquela colina, realmente, de muito boa vista.

CA

Fragmentos de Elliana Alves disse...

E a vida desliza,
tão macia e lenta
tão cheia de luz,
tão cheia de graça
como as águas tranquilas
dum rio que caminha em direcção ao mar...

Parabéns lindooooooooooo poema,tb acho a vida assim,bjsssssss...amei tudo aqui.

Nilson Barcelli disse...

Reli e voltei a goster.
Fico à espera de mais...

Beijinhos.

literatura disse...

Olá! Boa amiga.
Vim fazer-lhe um visita. Gostei da sua postagem, pois o cenário que nos oferece, visto da sua janela, é muito lindo.
Gostei da poesia, por ser muito simples, e diz muita coisa a quem analisar palavra a palavra.
Parabens
Beijinhos

alfacinha disse...

gostei da sua postagem

Gerlane disse...

Deixo-te um abraço!

FERNANDA & POEMAS disse...

Olá querida BABY, votos de um bom Domingo... Beijinhos de carinho,
Fernandinha

O Profeta disse...

O começo!
Uma viagem no Mundo presente
Será que o vento açoita as árvores
Ou são elas que cedem ao embalo docemente


Um doce embalo em brisa de verão para ti


Boa semana


Mágico beijo

FB disse...

Quem conhece a sua ignorância revela a mais profunda sapiência. Quem ignora a sua ignorância vive na mais profunda ilusão.

Vieira Calado disse...

Inspiraste-te na nossa Ribeira de Bensafrim!
O nosso rio... mais bonito que o Tejo!
Beijoca.

Gerlane disse...

E por aqui passo e te deixo mais abraços.

freefun0616 disse...

酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店經紀,
酒店打工經紀,
制服酒店工作,
專業酒店經紀,
合法酒店經紀,
酒店暑假打工,
酒店寒假打工,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店工作,
酒店打工經紀,
制服酒店經紀,
專業酒店經紀,
合法酒店經紀,
酒店暑假打工,
酒店寒假打工,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店工作,
酒店打工經紀,
制服酒店經紀,
酒店經紀,

,酒店,

Rosas

Rosas
Especialmente para ti, amigo visitante

Arquivo do blogue