sexta-feira, agosto 04, 2017

OLHOS POSTOS NA TERRA, TU VIRÁS


Olhos postos na terra, tu virás
no ritmo da própria primavera
e como as flores e os animais
abrirás nas mãos  de quem te espera.

De Eugénio de Andrade
"As mãos e os frutos"

Imagem da net.

6 comentários:

Fá menor disse...

Bonita escolha!

É preciso que a esperança não se aparte da terra.

Bjos

Jaime Portela disse...

Gosto da poesia do Eugénio de Andrade e este excerto não foge à regra.
Belíssima escolha.
Bom fim de semana, querida amiga.
E boas férias, se for o caso.
Beijo.

Existe Sempre Um Lugar disse...

Olá, boa escolha poética, com os olhos postos na terra o acreditar é necessário, adorei a imagem, está bem trabalhada com criatividade.
Continuação de boa semana a saborear o Oceano Atlântico, imagino que está bronzeada.
AG

Manuel Luis disse...

Tomara que fosse sempre primavera!
Bjs

Existe Sempre Um Lugar disse...

Feliz fim de semana com muito bronze.
AG

Mar Arável disse...

O nosso Eugénio
sempre

Rosas

Rosas
Especialmente para ti, amigo visitante

Arquivo do blogue