terça-feira, setembro 14, 2010

NA SOMBRA DOS TEUS DEDOS




Na sombra dos teus dedos
adormeço.

Bato à porta dos sonhos e
estremeço
no calor da tua boca,
sufoco no teu beijo e
desfaleço
fremente como um pássaro
que voa sem ter asas.

E perco-me.

Como um rio sem margens,
vagueio sem ter norte
mergulhada na lembrança
dum tempo esvaziado
onde a vertigem das horas
consumia os dias
e as noites se acendiam
até chegar a alvorada.

Foto encontrada na net

23 comentários:

Eduardo disse...

É sempre lindo e inspirador ler os seus poemas, tão cheios e tão saborosos
Passo descalço por todas as suas lembranças e faço os possíveis por não me perder na noite

Na noite cai sobre o meu dia

E o sonho que o sonho inventou
Bate à porta

Também me perco
Nas tuas p-a-l-a-v-r-a-s

No silêncio da noite procuro-te
Antes que partas numa madrugada de Setembro

Cris Santos disse...

Nosssaaaa que lindooo!!
Intenso!

Bjinhus! ;*

CA disse...

"Bato à porta dos sonhos..."

Que imagem mais linda e mais romântica

"E perco-me."

Como é bom a gente perder-se e vaguear por esse mundo de lembranças "até chegar a alvorada."

Bjs

Maria Luisa Adães disse...

Baby

Marlyn Monroe cantava uma canção "Baby", mas não tenho a certeza.

Me conheces? Ou vieste conhecer-me?
E chegaste ao meu recanto e talvez
tenhas gostado e queiras, voltar de novo.

Te peço,

Não te percas, nunca,
em ilusões dispersas.

Mesmo num vaguear sem norte
Não te percas, nunca.

E lembra:
as noites memoráveis
onde luzes se acendiam e apagavam
para teu deleite e teu conforto.

Gostei de teu poema e de tua presença. Volta, sempre!

Mª. Luísa

C Valente disse...

Qe venham os sonhos
Saudações amigas

Anónimo disse...

Olá Querida Amiga!
Cá estou mais uma vez para me deliciar com mais um poema, onde o sonho realiza lindas vivências de amor.
Muito romântico! Parabéns!

Noribal

Anónimo disse...

Minha muito querida AMIGA

Os seus poemas são de uma extrema sensibilidade.

As suas palavras esvoaçam e perfumam este seu lindo cantinho

Simplesmente Zé

piedadevieira disse...

Só o amor é capaz disso tudo: Adormecer e desfalecer por amor!
Lindo e profundo.
Beijinhos

Dois Rios disse...

Baby, minha linda!

O amor é assim. Ainda que crave na nossa alma a marca eterna da ausência, sempre nos deixa à porta dos sonhos. É a certeza de que tudo valeu a pena.

Beijos, minha querida!
Inês

simplesmenteeu disse...

"na sombra dos teus dedos"
as palavras voam como asas ou notas de uma melodia que nos toca como uma carícia leve e solta.
Obrigada por me teres ensinado o camimho até aqui. Vou ficar por cá...
Um beijo

Flor da Vida disse...

Querida, vim te conhecer e
agradecer pela amável visita e comentario em meu cantinho, e
chegando aqui eu simplesmente amei
tudo que vi e li em teu recanto encantado! Seguindo-a com imenso
prazer, e ficarei honrada se me
der a honra de sua companhia
também...
Deixo a ti um abraço e meu
carinho... Bjsss

Ana Oliveira disse...

Baby

Saber que nos perdemos e perdemos as margens do rio que fomos é já retomar a corrente dos dias à procura de novas madrugadas acesas.

Um beijo

Rosinha disse...

aqui tem magia e encanto.

adorei sua presença na minha alma.

xero de rosa.

Cadinho RoCo disse...

Bom mesmo é se entregar ao amor.
Cadinho RoCo

José disse...

Nas margens deste silêncio
no murmurar deste mar imenso
cheguei à cidade lacobrigense
Do Sotavento até Barlavento

Gostei do teu poema.

deixo meu carinho
José.

Bia Pessoa disse...

Baby

Esse poema é seu?

Enfim, achei lidissimo.
Só quem já sentiu essas sensações e emoções, podem se ver neste lindo texto!

Obrigada pela visita!

Abraço,

Bia

Pelos caminhos da vida. disse...

Qta magia nesse poema.

Fim de semana de luz.

Obrigada pela sua visita, será sempre um prazer te receber Pelos Caminhos da Vida.

beijooo.

tulipa disse...

OLÁ AMIGA

Belo poema que partilhas connosco.
Adorei. Estavas inspirada!!!

Esta semana que se aproxima vou finalmente estar a sós, de férias, em silêncio e em sintonia com a profundidade dos meus pensamentos e dos meus actos. Espero quando chegar poder dizer que “foi óptimo”!!!

Hoje já te liguei algumas vezes, para dizer-te que penso passar por Lagos, já mandei um recado ao Vieira Calado...
..."quem sabe poderia revê-lo, pois conhecemo-nos da última vez que aí fui, junto da casa da amiga Baby do "Barlavento", lembra-se?"

BOM FIM DE SEMANA.
Beijos.

voou de águia disse...

Abraço, claro que ira, pois "conhece o caminho".;)))

Flor da Vida disse...

Amiga, estou aqui novamente, e
agora pra te deixar um abraço,
meu carinho, e te desejar um
lindo e abençoado final de
semana... Bjsss

Vieira Calado disse...

Olá, amiga!

Por favor diga-me

quando vem a nossa amiga,

para nos encontrar-nos,

tá bem?

Depois falaremos dos

5 Poetas de Lagos.


Beijinho

Controvento-desinventora disse...

Lembrou-me Mário Quintana ; " o auge de minha timidez é tocarte com sombra de meus dedos."
Lindo poema!

Sél disse...

Que lindeza, amei..
Posso levar? rsrs
bjs querida

Rosas

Rosas
Especialmente para ti, amigo visitante

Arquivo do blogue