segunda-feira, setembro 21, 2015

A VIDA INTEIRA



Relembrando...

NAS CURVAS DO POEMA

Nas curvas do poema,
o amor insinua-se como a luz da lua
e desliza nas palavras
até chegar ao novo verso,
que por ser novo se entrega por inteiro
nas mãos do poeta controverso,
que ora o enfeita com as cores da aurora,
ora o faz triste,
como uma manhã de nevoeiro.

Nas curvas do poema
cabem palavras como o azul do mar
e o barco verde que o navega,
cabem o céu e os pássaro que lá moram, 
também a luz do sol que nos aquece,
o rio que lava a terra da desgraça,
a noite negra que antecede o dia,
o vento que sopra e nos devassa,
a mulher que chora, porque a vida a ludibria
e a flor que morre, para que o fruto nasça.

Nas curvas do poema
cabe a vida inteira,
a tua e a minha
e também aquela 
que estiver à beira.

Imagem colhida na net

11 comentários:

© Piedade Araújo Sol disse...

nas curvas do poema, cabe tudo o que nós quisermos.
muito belo!
boa semana.
beijo
:)

O Profeta disse...

Oiçam este poeta de tostão
Que já prometeu e pediu uma mão
Oiçam a palavra salgada de saliva
Não tenho muito lugar, em ti, paixão


Passei para te desejar uma radiosa semana

Doce beijo

Mar Arável disse...

Num poema uma vida quase inteira
e já é tanto
Bj

ॐ Shirley ॐ disse...

Nas curvas do poema, o poeta pode pintar risos, esconder lágrimas, inventar vocábulos, externar enfim, todos os seus sentimentos.
Muito lindo, Mar Arável!
Beijos!

Fá menor disse...

Muito belo e verdadeiro! Gostei muito de ritmo :)
Beijinhos

Jaime Portela disse...

Mas nos seus poemas cabe um imenso talento para a poesia.
Devia escrever mais assiduamente, por isso.
Maré Viva, tenha um bom domingo e uma boa semana.
Abraço.

Existe Sempre Um Lugar disse...

Boa tarde, Quantas palavras cabem dentro da curva do poema? no silêncio certamente que cabem muitas.
AG

Jaime Portela disse...

Voltei, mas não há novo poema... e eu que gosto tanto dos seus poemas...
Aproveito para lhe desejar um bom resto de domingo e uma boa semana.
Abraço.

Ana Pereira disse...

Boa tarde
Convido-te a visitar o meu cantinho de poesia.
Um abraço, Ana Pereira
http://almainspiradora.blogspot.pt/

Maré Viva disse...

Ana Pereira, agradeço sua visita.
Visitei o seu espaço, mas não consegui comentar, mesmo tendo aderido à "comunidade".
Peço desculpa pela ignorância...
Bjs.

Agostinho disse...


Por haver linhas esticadas a direito
não se pense que curva é defeito
é nela que é gerada toda a vida
foi com ela que Deus fez o mundo

Voltarei.

Bj

Rosas

Rosas
Especialmente para ti, amigo visitante

Arquivo do blogue