quinta-feira, março 16, 2017

PROCURA



Que posso eu dizer de mim
Se tudo em minha mente
se confunde?
Se num momento me sinto azul
e transparente
e logo de seguida me visto de um cinza
escuro e triste
e num mar de destroços me torturo?

Meu pensamento corre para ti
Levado pelo vento intrépido
Que vai traçando o rumo
Através da noite escura,
Enquanto grito o teu nome
E te procuro.

Imagem obtida na net

13 comentários:

Mar Arável disse...

Quase tudo se conquista
Bj

Walter Segundo disse...

Oi! Muito interessante aqui. Te espero lá no meu blog.

Blog: http://oplanetaalternativo.blogspot.com
Instagram: @oplanetaalternativo
Facebook: O Planeta Alternativo

✿ chica disse...

Que linda procura essa! bjs,chica

Jaime Portela disse...

E quem procura (quase) sempre alcança...
Embora tristonho, é um magnífico poema. Gostei imenso.
Amiga Maré, tem um bom fim de semana.
Beijo.

PS: espero que continues a escrever... um poema por semana, pode ser...?

Poções de Arte disse...

A primeira parte parecia descrever as bagunças da minha mente.
Adorei!

Abraços e feliz final de semana.
Márcia.

Pamela Sensato disse...

Muito bonito o texto!

Beijinhosss ❥
Blog Resenhas da Pâm

Fá menor disse...

A seguir à noite escura há-de brilhar a luz no novo dia! Abra as janelas e deixa que o Sol te inunde.

Beijinhos, amiga!

Cadinho RoCo disse...

Tem hora que o melhor mesmo é não ter o que dizer.
Cadinho RoCo

Walter Segundo disse...

Oi, agradeço sua visita! Tem novidade lá!

Blog: http://oplanetaalternativo.blogspot.com
Instagram: @OPlanetaAlternativo
Facebook: /oplanetaalternativo

Blog da Gigi disse...

Ótimo domingo!!!!!!!! Beijos

C Valente disse...

Saudações amigas de quem á muito anda arredado

Jaime Portela disse...

Vim à procura de mais...
Mas gostei de reler o teu bom poema.
Continuação de boa semana, amiga Maré Viva.
Beijo.

Arroz Di Leite disse...

A conquista só depende de você.
Bjs

Tânia Camargo

Rosas

Rosas
Especialmente para ti, amigo visitante

Arquivo do blogue