quinta-feira, março 16, 2017

PROCURA



Que posso eu dizer de mim
Se tudo em minha mente
se confunde?
Se num momento me sinto azul
e transparente
e logo de seguida me visto de um cinza
escuro e triste
e num mar de destroços me torturo?

Meu pensamento corre para ti
Levado pelo vento intrépido
Que vai traçando o rumo
Através da noite escura,
Enquanto grito o teu nome
E te procuro.

Imagem obtida na net

18 comentários:

Mar Arável disse...

Quase tudo se conquista
Bj

Walter Segundo disse...

Oi! Muito interessante aqui. Te espero lá no meu blog.

Blog: http://oplanetaalternativo.blogspot.com
Instagram: @oplanetaalternativo
Facebook: O Planeta Alternativo

✿ chica disse...

Que linda procura essa! bjs,chica

Jaime Portela disse...

E quem procura (quase) sempre alcança...
Embora tristonho, é um magnífico poema. Gostei imenso.
Amiga Maré, tem um bom fim de semana.
Beijo.

PS: espero que continues a escrever... um poema por semana, pode ser...?

Poções de Arte disse...

A primeira parte parecia descrever as bagunças da minha mente.
Adorei!

Abraços e feliz final de semana.
Márcia.

Pamela Sensato disse...

Muito bonito o texto!

Beijinhosss ❥
Blog Resenhas da Pâm

Fá menor disse...

A seguir à noite escura há-de brilhar a luz no novo dia! Abra as janelas e deixa que o Sol te inunde.

Beijinhos, amiga!

Cadinho RoCo disse...

Tem hora que o melhor mesmo é não ter o que dizer.
Cadinho RoCo

Walter Segundo disse...

Oi, agradeço sua visita! Tem novidade lá!

Blog: http://oplanetaalternativo.blogspot.com
Instagram: @OPlanetaAlternativo
Facebook: /oplanetaalternativo

Blog da Gigi disse...

Ótimo domingo!!!!!!!! Beijos

C Valente disse...

Saudações amigas de quem á muito anda arredado

Jaime Portela disse...

Vim à procura de mais...
Mas gostei de reler o teu bom poema.
Continuação de boa semana, amiga Maré Viva.
Beijo.

Arroz Di Leite disse...

A conquista só depende de você.
Bjs

Tânia Camargo

© Piedade Araújo Sol disse...

Maré

por vezes na procura está a dádiva de conquistar

um poema em desassossego mas nem por isso menos belo.

bom domingo!

beijos

:)

Existe Sempre Um Lugar disse...

Boa tarde, lindo poema, o objectivo está num virar de uma esquina é só olhar com atenção para o descobrir.
AG

A Casa Madeira disse...

Acho que em algum dado momento;
todos somos azuis ou cinzas ou transparentes.
Belo.
Por aqui estamos no outono; inverno só em junho.
Bom finalzinho de mês.

C Valente disse...

Um grito uma imagem um pensamento ........... e o tempo passa
Saudações amigas

Jaime Portela disse...

Gostei muito de reler este teu magnífico poema.
Quero mais...
Bom resto de semana, querida amiga.
Beijo.

Rosas

Rosas
Especialmente para ti, amigo visitante

Arquivo do blogue