sábado, maio 03, 2008

POR ONDE ANDAM AS PALAVRAS?


Quando o desânimo nos agarra, tudo nos parece cinzento e apagado e apetece dizer como o fez Eugénio de Andrade no seu poema

ADEUS.

Já gastámos as palavras pela rua, meu amor,
e o que nos ficou não chega
para afastar o frio de quatro paredes.
Gastámos tudo menos o silêncio,
Gastámos os olhos com o sal das lágrimas,
Gastámos as mãos à força de as apertarmos,
Gastámos o relógio e as paredes das esquinas
em esperas inúteis.

Meto as mãos nas algibeiras e não encontro nada.
Antigamente tinhamos tanto para dar um ao outro;
era como se todas as coisas fossem minhas:
quanto mais te dava, mais tinha para te dar.
Às vezes tu dizias: os teus olhos são peixes verdes
e eu acreditava,
porque ao teu lado
todas as coisas eram possíveis.

Mas isso era no tempo dos segredos,
era no tempo que o teu corpo era um aquário,
era no tempo em que os meus olhos
eram realmente peixes verdes.
Hoje são apenas os meus olhos.
É pouco,mas é verdade,
uns olhos como todos os outros.

Já gastámos as palavras.
Quando agora digo: meu amor,
já não se passa absolutamente nada.
E no entanto, antes das palavras gastas,
tenho a certeza
de que todas as coisas estremeciam
só de murmurar o teu nome
no silêncio do meu coração.

Não temos já nada para dar.
Dentro de ti
não há nada que me peça água.
O passado é inutil como um trapo.
E já te disse: as palavras estão gastas.

Adeus.
Eugénio de Andrade

14 comentários:

C Valente disse...

Adeus é triste, melhor será até sempre
Saudações amigas e bom domingo

Sónia Pessoa disse...

Palavras?... Andam pelo meu blog. Aparece:

http://oslivrosqueninguemquisdaraler.wordpress.com

http://tachospanelasecolheresdepau.wordpress.com

Abraço,

Sónia Pessoa

Isabel-F. disse...

... não gosto da palavra adeus ...

mas o poema é lindo ...


deixo-te um beijinho e espero que estejas bem.

Gerlane disse...

Pois é, amiga! Procurei as palavras, há pouco, para tentar extravasar uma dor que, cá me incomoda, dentro do peito, mas, elas me pareceram "gastas". As que eu encontrei não me satisfizeram.

Uma semana em paz!

Beijos pra ti!

C Valente disse...

Saudações amigas e boa semana
Sim é para levar, pois tenho muito gosto em lho oferecer

Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um gestor do blogue.
Vieira Calado disse...

Olá, amiga!
Grande sensibilidade tinha este homem!
Beijinhosss

FERNANDA & POEMAS disse...

Olá minha querida Amiga BABY, lindo poema... Mas um pouco triste,
Adeus ?
Não até logo Amiga... Beijinhos de carinho,
Fernandinha

C Valente disse...

Passei para cumprimentar e desejar as saudações amigas

Isa&Luis disse...

Olá menina linda,

Espero que essa nuvem cinzenta tenha passado...e que o sol volte a brilhar em ti...

Gosto de ler Eugénio de Andrade.

Um maravilhoso fim de semana pleno de alegrias.

Beijos de sol

Isa

mixtu disse...

a Deus foram entregues as palavras
tenho a certeza...
num silencio de corpo e coração

abrazo serrano

Anónimo disse...

Estou muito mais com as PALAVRAS de Cristina Branco... do que de José Fontinhas Rato.

De Eugénio de Andrade prefiro

É urgente o amor.
É urgente um barco no mar.

É urgente destruir certas palavras,
ódio, solidão e crueldade,
alguns lamentos,
muitas espadas.

É urgente inventar alegria,
multiplicar os beijos, as searas,
é urgente descobrir rosas e rios
e manhãs claras.


CA

Baby disse...

Concordo:

"É urgente inventar alegria,
multiplicar os beijos, as searas,
é urgente descobrir rosas e rios
e manhãs claras.

É urgente!

freefun0616 disse...

酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店經紀,
酒店打工經紀,
制服酒店工作,
專業酒店經紀,
合法酒店經紀,
酒店暑假打工,
酒店寒假打工,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店工作,
酒店打工經紀,
制服酒店經紀,
專業酒店經紀,
合法酒店經紀,
酒店暑假打工,
酒店寒假打工,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店工作,
酒店打工經紀,
制服酒店經紀,
酒店經紀,

,酒店,

Rosas

Rosas
Especialmente para ti, amigo visitante

Arquivo do blogue