sexta-feira, fevereiro 11, 2011

ESTILHAÇOS


Um som surdo e triste
ecoa na tarde que finda, melancólica.
É o grito de morte
de um sonho que se estilhaça
e se transforma em mil pedaços rutilantes
quando os últimos raios de sol se passeiam
pela paisagem quieta e bucólica.
Subitamente um bater de asas
e um pássaro verde e amarelo
risca o céu escurecido
e num voo embriagado
desaparece numa nuvem
de um resplandecente tom dourado.
A noite chega indecisa
E o silêncio fecha tudo à sua volta.

Fotografia de Daniel de Granville
encontrada na web

39 comentários:

Valquiria Calado disse...

Olá amada, pássaro verde-amarelo, brasileiro com certeza, seria eu, cruzando os céus, entrando em sonhos de ouro, feliz, muito feliz por saber que existe a promessa de um dia, pós uma noite...aprecia a beleza e fica feliz pelo espetaculo que Deus nos garante todos os dias com seu esplendoroso jogo de luz e tons, maestrando a vida com amor. Beijos.

Álvaro Lins disse...

Baby - Muito bonito....mas espero que não se coadune com o estado de espírito!

Baby disse...

Sim, Valquíria
Esse pássaro verde e amarelo é brasileiro, sim, e a nuvem dourada onde ele se escondeu, também, pairava sobre o insondável Pantanal...
Vale-nos a certeza de saber que depois de uma noite de silêncio, o dia despontará, inexoravelmente...

Baby disse...

Álvaro, tudo o que eu escrevo ou "peço emprestado", está de acordo com o meu estado de espírito no momento...

C Valente disse...

Lindo poema melancólico
Saudações amigas

José disse...

Olá amiga Baby!
Quando a tarde chega é sinal, que o dia está chegando ao fim, e todos dias são assim, até para mim.

O resto de um bom domingo
e um beijinho grande,
José.

tulipa disse...

Obrigada pela tua visita ao meu blog de cinema. Também eu sou fã incondicional de Javier Bardem.

Acredita que eu faço por ir todas as 6ª feiras ver 1 ou 2 filmes, tenho que criar certas regras a pensar mais em mim e no meu bem-estar.

Porque...
Sabes aquelas fases em que todas as semanas vais ao médico, ou uma consulta, ou um exame, possas...tem sido demais neste ano de 2011; a semana que terminou fui na 2ª feira à consulta e perdi a tarde de 6ª feira no hospital a fazer 3 exames complementares exigidos pela médica...
ou seja...foi uma 6ª feira sem cinema!

Beijinhos.

tulipa disse...

Agora umas palavrinhas sobre o poema:

Sons surdos e tristes
é o que tem ecoado nas
manhãs e tardes da minha vida
neste início de ano...

São gritos agudos
de vários sonhos
que se estilhaçam
e se transformam
em pesadelos.

É o meu karma, segundo dizem algumas vozes.

Fica bem.

Fernando Santos (Chana) disse...

Belo poema...Espectacular....
Cumprimentos

Vieira Calado disse...

Olá, amiga!

Gostei do seu inspirado poema

e também da imagem (do pantanal), diz?


Bjs

Secreta disse...

Se há sonhos que morrem, quero muito acreditar que outros nascem...
Do silêncio por vezes chegam emoções boas.
Beijito.

Valquiria Calado disse...

Oi amiga, feliz dia dos namorados ai.
Pantanal? um dos lugares mais belos e exóticos do meu amado País, dizemos que lá é berço, lugar fecundo, rico, os pássaros qu lá temos são de muitas cores, pode ter certeza que acharemos com as cores do teu Portugal, ou ate mesmo da Angola. Agradeço a comparação, fiquei lisonjeada, bjos pantaneiro.

Álvaro Lins disse...

Espero que o teu "estado de alma" esteja melhor!

tulipa disse...

EU AMO O MUNDO, O SOL, AS ESTRELAS
A LUZ, OS MEUS OLHOS enquanto vêem...
AMO PESSOAS, AMO A NATUREZA
AMO AS CORES, AMO O MEU RESPIRAR
AMO OS MEUS SENTIDOS
AMO A VIDA
AMO o meu recolhimento!!!
Gosto da minha companhia.
Nas imagens podem ver onde me recolhi durante 4 noites/5 dias;
amei todos os segundos que ali passei, amei acordar e sentir que estava viva.
Isso é o mais importante!
Neste dia que tanto se fala de amor, eu digo tudo o que AMO.
http://deabrilemdiante.blogspot.com/

Um abraço forte.

AH...lembrei-me agora, também AMO A FOTOGRAFIA.

Baby disse...

Olá Vieira Calado
A belíssima imagem é do pantanal, sim, pelo menos assim dizia no "sítio" onde a encontrei.
Obrigada por ter gostado, deixa-me lisonjeada!
Um abraço.

Baby disse...

Oi amiga Valquíria, o dia de hoje, (mesmo sem namorado...) foi agradável.
E é como você diz, o Pantanal é berço fecundo da mãe natureza, é de uma beleza inimaginável.
Eu já tive o privilégio de pisar o seu chão, de contemplar o seu pôr-do-sol, de navegar nas suas águas prenhes de vida!
Um abraço.

Baby disse...

Olá Tulipa
Quando esses sons surdos e tristes te inspiram tão belas palavras, nem tudo é mau...
Um beijo.

mixtu disse...

últimos raios,,,
um pássaro...
asas numa asa..
sentir... num voar

acreditar num dourado...

abrazo serrano

Dois Rios disse...

Lindos versos, minha querida! Só espero que não estejam atrelados a sua realidade.

Para se fazer um lindo mosaico há necessidade de muitos cacos. Assim é a vida. Para que se torne bela e resistente, faz-se necessário esculpi-la diariamente.

Beijos,
Inês

Baby disse...

Mixtu, quando duas asas se tocam, o céu limpa-se de nuvens e é um voar envolto de sentires...
Beijo.

Baby disse...

Tens razão Inês, a vida esculpe-se diariamente, pobres de nós, a quem falta engenho e arte para uma obra-prima.

Beijinhos.

ErikaH Azzevedo disse...

Que linda essa imagem poética minha querida, é como pintar um quadro com palavras. Compalavras sim, essas que amanhecem e anoitecem aí em ti.

A imagem por si só já é inspiradora.

Bjos

Erikah

Vanuza Pantaleão disse...

Baby, minha querida, se houvesse um concurso na blogosfera das melhores Poetas, sem dúvida, você seria das primeiras da lista.
O pássaro é verde-amarelo, mas seu vôo (gosto de acentuar, essa reforma gramatical não colou pra mim, rs) é livre e pode visitar todos os céus do planeta.

Uma semana boa e poética!!!
Beijinhos

Ana disse...

O silêncio só não fechou as asas da poesia!
Que o amanhã traga novos raios de sol!
Um beijo para ti, Baby *

Secreta disse...

Um beijito...

Cristina Fernandes disse...

Estilhaços de palavras certas neste belíssimo poema...
Bjs
Chris

Baby disse...

Erikah, fico sempre maravilhada com a maneira como as palavras se fazem belas, quando lhes pegas e as arrumas preciosamente, deixando transparecer a tua enorme sensibilidade e simpatia.
Beijo!

Baby disse...

Obrigada Vanuza, pelo teu elogio que não mereço!
Mas esse pássaro verde e amarelo simboliza sim a liberdade, a essência
de algo que jamais perecerá, por muitas "mortes" que vivamos.

Abraço.

Baby disse...

Obrigada, Ana.
Temos que acreditar que o sol nasce todos os dias, ainda que por vezes as nuvens o ocultem. É só esperar que elas se dissipem.

Beijinhos.

Baby disse...

Beijinhos para ti também, Amiga Secreta.

Baby disse...

Obrigada, Cristina
A palavra pode ser tanta coisa...até um estilhaço reluzente!

Beijos.

retrato disse...

quem acaricia as palavras dando-lhes conjugação e sentido, sabe que, mesmo na melancolia de um dia que começa e acaba, nada supera a beleza da sua intensidade que dá pelo nome de poesia.

Nilson Barcelli disse...

Não há grito que resista ao silêncio e vice-varsa, ainda que de permeio haja um pássaro verde e amarelo...
Excelente poema, gostei imenso das tuas palavras.
Querida amiga, desejo-te uma boa semana.
Beijos.

Benó disse...

Linda fotografia para o poema. Foi ela que inspirou o poema? São ambos lindos.
Um abraço.

Secreta disse...

Passei para uma visita.
Beijito.

Baby disse...

Olá Benó!
Quem nasceu primeiro, o ovo ou a galinha? Neste caso foi o poema...
Busco a imagem sempre de acordo com as palavras, pelo menos faço o possível.
Beijinhos.

retrato disse...

seremos nós, ainda sobreviventes, a pegar-lhes e a protegê-las, bem aconchegadas no nosso peito, onde irão sentir um coração, que bate, sinónimo de poderem respirar... amor.

obrigado pela tua visita e comentário no meu blogue, que decidi não encerrar.

Canto da Boca disse...

Poema triste e melancólico, mas muito lindo e cheio de imagens poéticas.
Ainda bem que o entardecer rutilante, traz-nos manhãs esplendorosamente nova e cheia de poesias. Porque se "A noite chega indecisa. E o silêncio fecha tudo à sua volta", a manhã nasce barulhenta, brilhante e cheia de possibilidades.

Beijinhos, querida!

Anónimo disse...

Nice site)
http://acquisto-cialis-generico.net/ costo cialis
http://achat-cialis-generique.net/ cialis

Rosas

Rosas
Especialmente para ti, amigo visitante

Arquivo do blogue