segunda-feira, outubro 10, 2011

UM GESTO DE ASA


DIA



Mergulho no dia como em mar ou seda
Dia passado comigo e com a casa
Perpassa pelo ar um gesto de asa
Apesar de tanta dor e tanta perda

De: Sophia de Mello Breyner Andresen
in  O NOME DAS COISAS

Imagem colhida na net

16 comentários:

Canto da Boca disse...

Mergulhei no poema e retorno inteira, apesar dos fragmentos dolorosos com os quais fui cingida.

Sophia de Mello Breyner Andresen, me diz tanto, me diz tudo!

Beijos, Baby!

Secreta disse...

Um gesto de asa que irrompe pela dor e perda!

Secreta disse...

Olá,
apenas para dizer-te que é precisamente como dizes. (relativamente ao comentario no meu blog.)
Um beijito.

José disse...

Olá Baby, boa noite!

A Sofia, sabia o que dizia. Eu talvez nunca tenha mergulhado tanto no mar, como este ano, e no mês de Outubro nunca, talvez por nunca ter tido tempo,ou o tempo nunca teve como tem estado este ano.
Um bom Domingo.
beijinho,
José.

tulipa disse...

AMIGA
Todos os dias precisamos de quem nos levante a moral...
eu assim funciono! Acho que tu e todos, como eu, precisamos.
Hoje decidi dar-te uns miminhos com algum elogio:
1 - gosto da música que escolheste!
Parabéns pela escolha e pelo facto de a saberes colocar; dizes que sei tudo, mas minha amiga, sei coisas que tu talvez não saibas, mas tu sabes coisas que eu não sei e já te disse, não sei colocar música nos meus blogues. Falta-me a minha Tânia.
2 - vi que foste buscar a imagem à net; ofereço os meus préstimos e quando precisares de uma imagem para os teus posts, podes dizer qual o tema que procuras e eu, no meio das minhas 3.000 e tal fotos, posso ceder-te aquela que precisares; quem sabe, até encontro alguma que te dê jeito.
3 - o meu post de ontem, dia do centenário de Manuel da Fonseca, fi-lo em homenagem a esse grande escritor e sabes o que descobri: que o "nosso amigo comum" o Vieira Calado conheceu pessoalmente o Manuel da Fonseca, um neo-realista de mérito, quando deu aulas em Santiago do Cacém.
Vês as coisas que se descobrem, nesta partilha de afectos e informação?
Por isso, digo que a blogosfera faz-me muita falta.
Sou acérrima defensora dos meus blogues e da partilha que acontece entre nós blogueiros/bloguistas.
Ao fim de algum tempo enquanto escrevi este comentário, continuei embalada na música que não pára de tocar...Obrigada.
Beijinho da Tulipa (Ester)

O Profeta disse...

O tempo corre em sua em sua invisível viagem
Um Santo nunca dorme no altar
Um barco sobe e desce cada onda do Mar
Um cais de partida também acolhe o chegar

São tantos os mistérios que encontrei na vida
Cruzei com gente desconhecida que conhecia bem
Falei e falo com gente que partiu desta vida
Sinto tanto aroma perdido que este tempo guarda e tem

Mágico beijo

retrato... disse...

com pouco se diz muito e neste caso, apesar da tristeza, vem a força e sentimento em poesia.

Manuel Luis disse...

Coisas que tem de ser feitas mesmo com dor.
Quando tiveres uma lágrima de tristeza, parte-a ao meio, da-me metade e chorarei contigo.
Quando eu tiver um sorriso de alegria dou-te inteiro só para te ver feliz.
Beijo

Dois Rios disse...

Amei a expressão "gesto de asa". É o que nos cabe quando a dor não nos cabe.

Beijo, Baby!
I.

Secreta disse...

Um beijito...

José disse...

Olá Baby!

Boa tarde, Continuamos por aqui, ainda com bom tempo para ir à praia, mas parece que está chegando ao final.

Um bom fim de semana e tudo a correr pelo melhor,

beijo,
José.

tulipa disse...

Cá estou...
pelas palavras com que nos presenteias,
fica o prazer de te ler
e saber o que tu sabes.

obrigado pela visita e comentário.
Vai aparecendo sempre.
Enviei-te um e-mail.

Beijo.

Dois Rios disse...

Baby, querida!

Você deixa palavras tão doces e suaves nos meus rios que me tocam fundo e me enternecem.

Obrigada pelo carinho, minha linda flor!

Beijos meus,
I.

Manuel Luis disse...

Eu até recuava 36 anos! Não abandonava a terra que amo, Angola. Mas vivo feliz aqui mergulhando ao lado de tanta perda.
Gosto de passar o dia em casa e apanhar ar no jardim.
Retribuo.

Nilson Barcelli disse...

Uma escritora que eu gosto.
Beijos, querida amiga.

Perla disse...

E é no dia que devemos mergulhar
e emergir de cabeça sempre levantada!

Bjo

Rosas

Rosas
Especialmente para ti, amigo visitante

Arquivo do blogue