quinta-feira, novembro 10, 2011

AMARGURA




Canção amarga

Que importa o gesto não ser bem
o gesto grácil que terias?
- Importa amar, sem ver a quem...
Ser mau ou bom, conforme os dias.

Agora, tu, só entrevista,
quantas imagens me trouxeste!
Mas é preciso que eu resista
e não acorde um sonho agreste.

Que passes tu! Por mim, bem sei
que hei-de aceitar o que vier,
pois tarde ou cedo deverei
de sonho e pasmo apodrecer.

Que importa o gesto não ser bem
o gesto grácil que terias?
- Importa amar, sem ver a quem...
Ser infeliz, todos os dias!

David Mourão-Ferreira in "A Secreta viagem"


Imagem colhida na net

14 comentários:

José disse...

Se eu dizer que te quero bem
não sei bem o que tu dirias
quero ainda dizer-te também
que sejas feliz todos os dias.

Um homem chamava-se Dias,
e um outro Domingos
o Domingos disse ao Dias
há dias... maus
e o outro e domingos também

É só uma pequena brincadeira
a palavra maus era bem pior

beijinho,
josé.

Canto da Boca disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Canto da Boca disse...

Uma difícil e necessária tarefa, nao é Baby, amar sem olhar a quem?
Entretanto a circunstancia de fato nos torna bom ou mau, somos o resulto do que vivemos, inexoravelmente.

Um beijao, queridona, e uma delícia seu comentário lá no Canto, sentiste bem o que eu escrevi, e sei o quanto exultaste com a amizade e a poesia que se firmou entre todos.

Obrigada por sua sempre, sempre querida e esperada presença no Canto!

;)))

Vanuza Pantaleão disse...

Baby, querida!
Esse filosófico poema vem confirmar um pensamento que sempre tive em relação ao "outro", ou seja, não importa ser correspondido, não importa que o outro me ame ou desame. O que importa mesmo é estarmos de coração aberto para recebermos a dádiva do ato de AMAR...
Obrigada pela visita e desejo-te também um lindo final de semana!Beijinhos!

Manuel Luis disse...

Amar é fazer uma viagem de Angola até Portugal e não desistir de amar, aceitar o sonho de pasmo mas continuar com o mesmo sentimento.
Mas sou feliz por ter aceite.
Grato pelo abraço com sorriso
Abraço cordial.

Rose disse...

"Amar sem ver a quem" isso define tudo, tudo de bom que podemos fazer, AMAR! Baby, amo suas visitas lá no meu blog e adoro te ler, seja sempre bem vinda menina! Um beijoooo!

piedadevieira disse...

Oi, querida
quantas saudades de passar por aqui.
Estou refazendo meus blogs amigos, logo, logo estará tudo certo como eu quero.
beijos

tulipa disse...

Estou parada no tempo...
vazia de movimento...
...
isso acontece
de quando em vez
mas...
sei que
daqui a uns dias
tudo muda
e...avançarei!!!

Pois
na minha modesta opinião
o tempo
que cá andamos
é sempre tão pouco
para aquilo que queremos
daí...que...
não se deve parar o tempo,
nem parar no tempo!

Fica bem.
Um beijo amigo.

Álvaro Lins disse...

Como sempre uma excelente escolha:)
Abraço

Fernando Santos (Chana) disse...

Espectacular....
Cumprimentos

Secreta disse...

David Mourão-Ferreira ... quando vemos os nossos sentires nas palavras dos outros.
Beijito.

Nilson Barcelli disse...

Obrigado pela partilha deste excelente poema, que eu não conhecia.
Um abraço, querida amiga.

Dois Rios disse...

Doar-se sem reservas, sem fronteiras, sem resistências, sem moedas de troca. Simplesmente amar! Ainda que doa, doar-e ao amar.

Beijo, minha linda e doce Baby!

I.

C Valente disse...

Amarga como a vida
Saudações amigas

Rosas

Rosas
Especialmente para ti, amigo visitante

Arquivo do blogue